Dona Gercina – Fiandeira
junho 2, 2017
Artistas precisam de estrutura para trabalhar e não apenas de editais temporários
junho 9, 2017
Ver tudo

TEATRO – Georgette Fadel estreia Afinação-Ajuste

Uma ode a liberdade é o ponto central de AFINAÇÃO-AJUSTE, nova montagem da atriz Georgette Fadel que estreia dia 30 de maio, terça-feira, às 21 horas, na Companhia do Feijão, em São Paulo. O espetáculo é dividido em dois atos: Afinação, com direção, dramaturgia e atuação da própria Georgette Fadel, que fez temporada de sucesso na capital paulista e Ajuste, direção da atriz para o texto de André Sant’anna, que está em cena ao lado de Marcos Damigo e Zé Azul.

Os dois atos foram criados para serem apresentados juntos com um intervalo de 10 minutos, mas somente agora o público paulista poderá conferir a montagem como qual foi concebida, já que Afinação estreou em janeiro no Sesc Ipiranga e Ajuste abriu a temporada de 2017 do festival Gamboavista, no Rio de Janeiro.

 Dirigida por Georgette Fadel, AFINAÇÃO-AJUSTE traz em sua primeira parte um monólogo que mais se parece com uma aula, interpretado pela própria Georgette, onde reúne improvisações com textos dos pensadores Georg W. F. Hegel, Karl Marx, Bertolt Brecht e Simone Weil, numa ode ao pensamento racional. Em oposição à primeira parte, a segunda apresenta uma compilação de frases feitas, opiniões e pensamentos superficiais, embaralhados por muitos sons de André Sant’anna, Marcos Damigo e Zé Azul, que atuam e também tocam instrumentos.

 “Os textos, reunidos em Afinação, trazem uma reflexão sobre como estamos distantes da razão, sobre como vivemos a supervalorização do sentimento individual, das paixões, opiniões e convicções que não nos unem, em detrimento do pensamento racional que nos liberta. Já Ajuste é um texto enlouquecido de André Sant’anna, uma balança do mundo”, explica a diretora e atriz.

 Afinação

Montagem é uma aula-conferência ministrada pela personagem, a pensadora e professora francesa Simone Weil, sobre a relação entre a opressão e o sofrimento no mundo e o incrível boicote ao pensamento racional. Textos de Brecht, Hegel, da própria Simone e algumas citações de Marx compõem esse momento que pretende ser uma oração à razão.  “O trabalho é de uma crueza e simplicidade cultivadas deixando todo o protagonismo para os movimentos do pensamento. Com muito cuidado, Simone afina as ideias, presentes nos sons e sentidos, e busca com muito fervor, fazê-las existir também no coração. Um violoncelo é para Simone, o objeto de expressão dessa afinação sutil”, conta Georgette.

 Ajuste

Em cena três homens, um deles o próprio autor, André Sant’anna, munidos de guitarras, em seus microfones, caçam, procuram, experimentam, e pensam, às vezes verdadeiramente, às vezes em fragmentos voltados para si mesmos. Na feira das palavras e, no pregão da verdade, os três atores ajustam as contas e suas frequências.

 “Em linguagem imensamente mais impactante em volume e intensidade, Ajuste quer de Afinação o terreno fértil para o voo numa linguagem explodida, caótica, exuberante, porém totalmente voltada para a elaboração de pensamento que nos faça compreender e nos liberte”, acredita a diretora e atriz.

AJUSTE I

 Para roteiro:

 AFINAÇÃO-AJUSTE – Estreia dia 30 de maio, terça-feira, às 21 horas, na Companhia do Feijão. Direção – Georgette Fadel. Direção Musical – Zé Azul. Produção Geral – Gabriel Bortolini. Iluminação – Julia Zakia. Design de Som – Gabriel D’Angelo. Idealização – Georgette Fadel e Zé Azul. Duração – 120 minutos (intervalo de 10 minutos). Recomendado para maiores de 14 anos. Temporada – Até 21 de junho. Terça e quarta-feira às 21 horas. Ingressos – R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada).

 Ato 1: Afinação

Direção, Dramaturgia e Atuação – Georgette Fadel sobre textos de Bertolt Brecht, Hegel, Karl Marx e Simone Weil. Produção Executiva – Julia Zakia. Cenografia – Fadel Jacob Fadel. Confecção das Cadeiras – Josafá Torquato de Araújo. Colaboração – Luciana Fróes e Patricia Gifford. Parceria – Cia. São Jorge de Variedades.

 Ato 2 : Ajuste

Direção – Georgette Fadel. Elenco – André Sant’anna, Marcos Damigo e Zé Azul. Texto – André Sant’anna. Assistente de Direção – Catharina Caiado. Figurino e Adereços – Victor Hugo Mattos. Colaboração – Sarah Lessa. Fotos – Rael Barja e Maira Barillo. Assistente de Produção – Sergio Magraner.

 COMPANHIA DO FEIJÃO – Rua Dr. Teodoro Baima, 68 – República. Telefone – (11) 3259-9086. Bilheteria – Abre uma hora antes do início da apresentação.

Assessoria de Imprensa: Nossa Senhora da Pauta

Priscilla Leal
Priscilla Leal
Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o) produtor(a) cultural, por isso convidei mulheres de diversas áreas para escreverem para nós. Idealizei e executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *