Iniciativas Socioambientais do Estado participam de Mostra no Sesc Vila Mariana

Raquel Zichelle – Escritora arqueóloga
maio 26, 2017
Dona Gercina – Fiandeira
junho 2, 2017
Ver tudo

Iniciativas Socioambientais do Estado participam de Mostra no Sesc Vila Mariana

Mapeadas pelas Unidades do Sesc no Estado de São Paulo, a mostra Territórios em Transformação é um espaço de encontro e apresentação de experiências de referência na área socioambiental, que se destacam por seu potencial educativo, pelos impactos positivos no território e de mobilização e envolvimento comunitário. Das 66 iniciativas mapeadas, 36 foram escolhidas para uma mostra que contará com a apresentação das iniciativas, oficinas, vivências e rodas de conversa de 2 a 4 de junho, sexta-feira a domingo, no Sesc Vila Mariana.

O Sesc realiza ações permanentes na área de educação para a sustentabilidade. A mostra, que integra o projeto Ideias e Ações para um Novo Tempo, também prevê uma programação na área socioambiental a ser realizada em todas as Unidades do Sesc São Paulo. Desta forma, o projeto pretende promover e ampliar a abrangência diálogo sobre sustentabilidade com a sociedade, considerando os aspectos ambientais, sociais, culturais e econômicos envolvidos e suas inter-relações. Para isso, tem como premissa de trabalho o mapeamento e o compartilhamento de iniciativas e práticas socioambientais que possuem envolvimento e participação comunitária, intervenção no território e potencial educativo.

“Com esta realização, as instituições buscam ampliar o diálogo sobre sustentabilidade com a sociedade, a partir da identificação de experiências que possam servir de referências para a reflexão e mobilização de pessoas”, afirma Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo. “Reunir iniciativas socioambientais, realizadas em diferentes localidades, potencializar a reflexão em torno da atualidade das práticas e oferecer atividades livres dentro da temática demonstram ao público participante a importância que a instituição reconhece no potencial educativo e mobilizador da sociedade para a delicada relação entre os seres humanos e seu meio”, finaliza Miranda.

Amaranto e CSA – Sesc Sorocaba por Lúcio Érico

As iniciativas presentes são: Sempre Sustentável; Rede Verde Sustentável; Associação de Agricultores da Zona Leste; Instituto NUA; Coletivo Ocupe e Abrace; Reviravolta da População em Situação de Rua; Instituto GEA – Ética e Meio Ambiente; Cooperapas – Cooperativa Agroecológica dos Produtores Rurais e de Água Limpa da Região Sul de São Paulo; Casa Ecoativa e Imargem (Ilha do Bororé); Vila Nova Esperança; Horta Cores e Sabores e Ângela de Cara Limpa, todas da cidade de São Paulo, além da Quintal Itinerante (São Caetano do Sul); CSA ABC (Santo André); Projeto Nossas Vilas, Vielas e Quintais – Movimento de Defesa dos Direitos dos Moradores em Favelas – MDDF (Santo André); Sítio Floradas da Serra (Embu-Guaçu); Assentamento Dom Tomás Balduíno (Franco da Rocha); Grupo Cestas Agroecológicas Assentamento Mario Lago (Ribeirão Preto); Amaranto Orgânicos (Sorocaba); CSA (Sorocaba);  Instituto Fauser (Paraibuna); Associação Veredas – Caminhos das Nascentes (São Carlos); Associação Veracidade (São Carlos); Núcleo de Pesquisa e Documentação Rural (NUPEDOR) (Araraquara); COOPERACRA – Cooperativa da Agricultura Familiar e Agroecológica de Americana (Americana); Projeto Ponte (Piracicaba); Rede Gandu (Piracicaba); Ecomuseu (São José dos Campos); PUPA Permacultura (São José dos Campos); AAMA – Associação Amigos Mananciais (São José do Rio Preto); Associação de Agricultores Familiares do Santa Maria (Cananeia); Paiol de Sementes (Vale do Ribeira); Biofábrica (Vale do Ribeira); Feira Orgânica de Santos (Santos) e Coletivo Educador de Bertioga (Bertioga).

Programação nas unidades

Já a partir do dia 3 de junho até o final do mês, será realizada uma Ação em Rede que trará um conjunto de programações na área de Educação para a Sustentabilidade a serem desenvolvidas nas unidades do Sesc em todo o Estado de São Paulo que se conectam às discussões apresentadas no Seminário e na Mostra.

Entre as atividades, destacam-se a Troca de Sementes e Mudas que acontece no Sesc Campinas (dia 11 de junho); a Feira de Agroecologia e do Consumo Responsável do Sesc Piracicaba (dia 18 de junho), a Feira Orgânica (dia 25 de junho) no Sesc Ribeirão Preto; a Mostra Consumo sustentável na moda no Sesc São José dos Campos (dia 17 de junho) e o Passeio Ciclístico Entre Rios e Ruas, do Sesc Santo André (dia 25 de junho). Já na capital paulista, o Sesc Interlagos apresenta a oficina Feio é Desperdiçar, onde serão ensinadas receitas e práticas culinárias nas quais a matéria-prima são os alimentos desperdiçados nas feiras (dia 18 de junho); o Sesc Itaquera traz a oficina sobre composteira doméstica (dia 11 de junho) e o Sesc Pompeia realiza o encontro Como transformar a praça ao lado de sua casa? (dia 3 de junho)

Territórios em Transformação – Mostra com 36 iniciativas socioambientais do Estado de São Paulo – De 2 a 4 de junho, sexta-feira, das 12h às 20h, e sábado e domingo, das 10h às 18h, na Praça de Eventos do Sesc Vila Mariana. Livre para todos os públicos. Grátis.

SESC VILA MARIANA – Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana (próximo à estação Ana Rosa do metrô). Fone: (11) 5080-3000. Acesso para deficientes físicos. Central de Atendimento – De terça a sexta-feira das 9h às 20h30, sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do SESC).Capacidade do Teatro – 620 lugares. Estacionamento – R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional (não matriculado) e R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (matriculado no SESC). www.sescsp.org.br.

 

Assessoria de Imprensa: Nossa Senhora da Pauta

Priscilla Leal
Priscilla Leal
Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o) produtor(a) cultural, por isso convidei mulheres de diversas áreas para escreverem para nós. Idealizei e executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *