Entrevista – Fotógrafa – Maria Ribeiro

Artistas que você TEM que conhecer: e que estão no CCBB São Paulo
setembro 20, 2015
Artistas que você TEM que conhecer: e que estão no Memorial da América Latina
setembro 27, 2015
Ver tudo

Eu conheci o trabalho da Maria pelo facebook, quando entrei na página do projeto “Nós Madalenas”.

Me apaixonei imediatamente pelo projeto e convidei a Maria para participar de um projeto meu, o “Mulheres Artistas na Ditadura”.

A Maria é um mineira de fala mansa, com muita visão sobre a mulher e o papel da imagem feminina na sociedade de hoje.

Tanto que o projeto dela “Nós Madalenas” dialoga diretamente com isso e mobilizou muitas mulheres.

Esta entrevista foi feita por email e a novidade é que o projeto “Nós Madalenas” vai virar livro!

Agora é a vez da Maria!

fotografia: Maria Ribeiro projeto "Nós Madalenas"

fotografia: Maria Ribeiro projeto “Nós Madalenas”

Conta um pouquinho de você. Como você começou na fotografia?

Comecei com assistência de câmera em publicidade. E lá comecei a acompanhar todo o processo que é utilizado, desde maquiagem e luz até photoshop, para criar um padrão de beleza absolutamente irreal e inatingível. Percebi como eu e muitas outras mulheres de todas as idades nos submetíamos a um sofrimento absurdo por estarmos obcecadas por um padrão inatingível. Esse mercado nos fazia odiar nossos corpos. Nos fazia achar que éramos menos merecedoras por não estarmos encaixadas dentro daquilo que não existe, uma boneca de plástico.

A partir de então passei a repensar meu trabalho e a criar uma trajetória diferente para mim mesma. Eu queria empoderar as mulheres, queria fazer com que elas se sentissem bem consigo mesmas, queria fazer algo que trouxesse questionamento essa indústria do ódio, essa mídia que cria estereótipos irreais causando tanto sofrimento.

Foi a partir daí que criei o projeto Nós, Madalenas – Uma palavra pelo feminismo e que comecei a fazer ensaios de mulheres de todos os corpos, contextos e idades, dentro da minha perspectiva e da minha técnica. São ensaios artísticos, totalmente naturais, sem photoshop, mostrando a beleza da mulher real, da mulher de verdade. E isso tem sido incrível e extremamente gratificante.

Como está o mercado para a mulher fotógrafa hoje?

Complicado. Com a questão do fácil  acesso a equipamentos o mercado se torna desvalorizado por mais facilidade e menos técnica. Além do machismo, presente principalmente nos meios publicitários e editoriais. Mas a vida de quem se dispõe a trabalhar com arte no Brasil, infelizmente, nunca é fácil. No entanto, quem tem uma proposta original e de qualidade, minha sugestão é que não desista e vá com coragem! rs

Quem são suas referências na fotografia?

Júlia Rodrigues, Mari Caldas, Luciana Faria. Gosto de citar fotógrafas jovens e brasileiras e que fazem um trabalho muito bonito atualmente.

Fotografia: Maria Ribeiro "projeto Nós Madalenas". As mulheres da foto são do grupo feminista "Nós, mulheres da periferia"

Fotografia: Maria Ribeiro “projeto Nós Madalenas”. As mulheres da foto são do grupo feminista “Nós, mulheres da periferia”

Como começou o projeto Nós, Madalenas?

Acho que já dei um spoiler disso na primeira pergunta né? rs

Você pode contar um pouco do livro e do caminho para o seu financiamento? Quais as dificuldades?

Muuuuuuuuuuuuuuuuuuitas. Fazer um livro de fotografia, com qualidade fotográfica é extremamente caro no Brasil e trabalhar com financiamento coletivo é infinitamente difícil quando você não está na mídia. É uma luta diária. Só estou seguindo em frente porque acredito na importância desse trabalho, assim como em seu ineditismo, tanto pela proposta quanto pela diversidade. Poucos trabalhos envolvendo mulheres são realmente diversos mesmo quando se intitulam assim. Então, como eu disse, vamos em frente na cara e na coragem!

Ser mulher e fotógrafa. Você já enfrentou alguma dificuldade por ser mulher?

Sim, o ambiente de trabalho pode ser muito machista, principalmente na publicidade e no mercado editorial. O machismo se manifesta de várias formas, desde a objetificação da mulher até o rebaixamento de suas capacidades ou opiniões. Infelizmente esta ainda é uma realidade na nossa sociedade e já tive que lidar com isso em inúmeras ocasiões.

Algum projeto em vista?

Tenho planos de dois projetos fotográficos distintos, mas ainda estão só na ideia porque no momento estou concentrando todas as energias no financiamento coletivo! Mas ano que vem promete!

Fotografia Maria Ribeiro projeto "Nós, Madalenas"

Fotografia Maria Ribeiro projeto “Nós, Madalenas”

Que conselho você daria para um menina que está começando na fotografia?

Primeiramente se perguntar por que ela quer fotografar, e o que ela quer fotografar. Experimentar diferentes áreas para conhecer melhor o trabalho e verificar com o que ela realmente se identifica. Especializar-se em uma área, mesmo sabendo um pouco sobre as outras, estudar e se aprimorar tanto artística como tecnicamente, pois isso é que dará ao seu trabalho um toque de qualidade e originalidade.

Obrigada Maria!

Priscilla Leal

_MG_0162Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua  relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o)  produtor(a) cultural, por isso trago no blog informações jurídicas, que estão  envolvidas na atividade artística, além de informações de produção e gestão cultural. Idealizei e  executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

Priscilla Leal
Priscilla Leal
Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o) produtor(a) cultural, por isso convidei mulheres de diversas áreas para escreverem para nós. Idealizei e executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

1 Comment

  1. REDE disse:

    […] a foto deste post é da fotógrafa Maria Ribeiro e está presente no livro “Nós, Madalenas“, para o qual fui fotografada. Um projeto […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *