Divulgue seu trabalho – A Marcha das Vadias – Bárbara Cunha
junho 1, 2016
Manifesto Mulheres Contra a Cultura do Estupro
junho 8, 2016
Ver tudo

Divulgue seu trabalho – Priscila Pasko – Escritora

QUANDO ELES VIRAM

Ouço ao longe o tilintar das armas, o hálito quente do silêncio chegando
Vejo-os em fileiras prateadas

Caminham em minha direção.

Armaduras refletindo o rabisco grotesco do reino de um deus inventado
Escuto as ladainhas que excitam bolsos e Bolsonaros
Sinto o cheiro das cinzas das fogueiras medievais que eles ainda carregam no punho fechado
Jogam-nas contra o meu rosto para a sua sorte no discurso
Leio leis, loas escritas em pergaminho no pedaço de um útero que ainda lateja
Rasgam roupas e trapos pelo caminho
Um véu de retalhos se arrasta atrás deles como um espantalho desmaiado

Ao longe, não muito distante, o tilintar das armas
Vieram todos com lanças, espadas e tratados sujos
Sabem que eu sou mulher
Sabem que as cinzas são minhas
Sabem que é o meu útero que pulsa em suas mãos
Sabem que suas leis e loas me calam
Sabem que os pedaços de roupas de pertencem

Sabem
Eles sabem

Eles não sabem
Eles não sabiam

O que eles não sabiam é que sou filha de Iansã

Foi então que eles viram

Priscilla Pasko – Escritora, Idealizadora do blog Veredas e Colaboradora do site Nonada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *