Como estruturar sua idéia e transformá-la em realidade?

Artistas que você TEM que conhecer: e estão no NetFlix
julho 12, 2015
Artistas que você TEM que conhecer: NINA SIMONE e uma PAUSA
julho 19, 2015
Ver tudo

Como estruturar sua idéia e transformá-la em realidade?

 

Sem dúvida organização é a palavra de ordem quando queremos colocar nossas ideias em prática e fazer as coisas aconteceren. Ainda mais, quando falamos de projetos culturais: demanda tempo para acontecer, formar equipe, conseguir financiamento.

Então ninguém melhor que a Coaching Adriana Cubas para falar desse assunto pra gente. A Adriana tem um Canal no Youtube, o “Canal do Coaching”,  e lá você encontra essas dicas e muitas outras. Passo a palavra para a Adriana!

banco de imagens pixabay

banco de imagens pixabay

Como colocar uma ideia em prática?

Tirar da gaveta aquele projeto que está parado há anos?

Editais, leis de incentivo, patrocínio….

Por onde começar?

O primeiro passo é estruturar as etapas para transformar sua ideia em realidade, pois quando deixamos nossa ideia a “deriva”, apenas em nossa mente as etapas acabam se embaralhando, não conseguimos identificar as ações a serem feitas e por muitas vezes colocamos os “pés pelas mãos”.

Um projeto cultural, artístico não difere muito de outros projetos corporativos. Isso mesmo! O que eles tem em comum é o planejamento estratégico, que consiste exatamente em alinhar as ideias, estruturar as etapas, estabelecer prazos e definir quais ações e de que forma elas serão executadas.

Parece complexo a primeira vista não é mesmo? Mas é e não é, na verdade é muito mais simples do que parece e tem uma ferramenta para servir de guia.

Essa ferramenta, muito usada também nos processos de coaching, chama SMART.

SMART é uma sigla que significa Especificar (S), Mensurar (M), Atingir (A), Relevância (R) e Tempo (T).

Vamos ver no detalhe cada etapa do SMART.

1º passo – Especificar (S)

Essa etapa é fundamental para o entendimento da sua idéia, quanto mais detalhes você especificar, melhor para estruturar as outras etapas.  Coloque tudo o que você precisar para que sua idéia vire realidade.

Por exemplo: Você quer montar uma peça. Qual o gênero da peça? O título? Qual o público alvo? Será realizada em que cidade? Tem pretensão de viajar? Para quais cidades? Quais teatro são possíveis para temporada? Quais os perfis dos atores para compor o elenco? Quem será o diretor? Quais leis de incentivo você pretende mandar seu projeto? Etc…

Procure detalhar o máximo que você puder, as perguntas do exemplo acima é para dar uma referência sobre como especificar de forma estratégica sua idéia, e serve para qualquer outro tipo de arte.

2º passo: Mensurar (M)

Depois de especificar com o máximo de detalhes sua idéia, agora é hora de puxa-la para a realidade. Quais as evidências que você pode mensurar para ter certeza de que está no caminho certo?

O que precisa acontecer para você ter certeza de que sua idéia está sendo bem sucedida?

Vamos usar o exemplo acima da peça de teatro.

Para que eu tenha certeza de que minha peça vai ser produzida eu preciso estar com o elenco e diretor fechados, ter as datas para os espetáculos confirmadas no teatro XZ, estar com o projeto da peça formatado para patrocínio X, para a lei Rouanet e para o edital Y , e-mails de teatros de outras cidades confirmando interesse em receber a peça, etc.

Dessa forma você conseguirá mensurar se realmente está conseguindo chegar ao seu objetivo, não fica apenas no mundo das ideias, você terá uma visão mais realista do andamento do seu projeto.

3º passo: Atingir (A)

Especificamos nossa ideia, mensuramos o que precisa estar acontecendo, as evidências que nos mostram que nossa ideia está acontecendo agora vamos a ação!

Quais ações de curto/médio/longo prazo você precisa fazer para a realização de sua ideia?

Vamos ao nosso exemplo:

Para montar minha peça, o que preciso fazer no curto prazo, ou seja, nos próximos 3 meses é escrever o projeto da peça, entrar em contato com diretores para fazer a proposta do projeto, começar a pesquisar teatros e definir qual a data de estréia. Em médio prazo, fechar o diretor da peça, abrir testes para elenco, procurar espaços para ensaio, fechar o espaço para ensaio e fechar o elenco da peça. A longo prazo começar os ensaios, definir o restante da equipe (produtor, iluminador, cenógrafo, maquiador, contra-regra), fechar teatro, etc.

Procure dividir as ações em curto/médio/longo prazo, dessa forma você não pula etapas e consegue se organizar melhor.

4º passo: Relevância (R)

Relevância é o motivo que move você a colocar sua ideia em prática, está ligada aos seus valores, ou seja, aquilo que é muito importante para você, o que te traz de bom.

Quem tem um Porque, enfrenta qualquer Como!

Por que é importante montar uma peça? O que vai me trazer de bom? Qual a relevância de colocar esse projeto em prática?

Quero montar essa peça porque acredito que com a arte eu estou vivendo minha missão de vida, de mover as pessoas a pensarem diferente, ampliarem sua visão de sua vida, de levar alegria, de poder viver e ganhar dinheiro com o que eu acredito e amo fazer.

A relevância servirá de ancora positiva para que quando você estiver desanimada, querendo desistir você lembrar o que está por trás dessa ideia é algo maior.

5º passo: Tempo (T)

Definir o prazo para seu projeto acontecer. Quando será?

O ideal é você colocar dia/mês/ano. Entendo que o dia as vezes é difícil definir com antecedência, se esse for seu caso, coloque ao menos mês/ano.

Se o seu projeto se divide em várias etapas durante um ano, por exemplo, coloque as datas de cada etapa.

Após concluir o planejamento dos cinco passos do SMART, você terá sua ideia estruturada e pronta para ser iniciada e de forma estratégica. Você saberá o que fazer em cada etapa, e se acaso alguma coisa mudar no meio do caminho, será mais fácil recalcular o planejamento, medindo qual o impacto se dará nas outras etapas.

Dessa forma começamos a profissionalizar melhor o nosso trabalho, tendo maior consciência sobre outros aspectos que compõe uma produção cultural e artística, criando assim um diferencial dentro do mercado.

Mãos à obra e Sucesso!

Adriana Cubas

foto_3Coach profissional, formada pela ABRACOACHING e pelo Behavioral Coaching Institute (BCI), atriz e consultora em treinamento e desenvolvimento, criadora de conteúdo e apresentadora do Canal do Coaching no Youtube. Apaixonada por pessoas, suas histórias e sonhos, tem como missão ajudar e fazer parte do desenvolvimento de pessoas nas suas conquistas por uma vida com mais proposito e realizações.

Priscilla Leal
Priscilla Leal
Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o) produtor(a) cultural, por isso convidei mulheres de diversas áreas para escreverem para nós. Idealizei e executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *