Artistas que você TEM que conhecer: e que estão no Tomie Ohtake – Remedios Varo

Artistas que você TEM que conhecer: e que estão no Memorial da América Latina
setembro 27, 2015
Empreendedorismo e arte
outubro 7, 2015
Ver tudo

Artistas que você TEM que conhecer: e que estão no Tomie Ohtake – Remedios Varo

Finalmente chegou ao Brasil a exposição “Frida Kahlo – Conexões entre Mulheres Surrealistas no México”.

frida-kahlo-660x350

Infelizmente, mesmo com a compra de ingressos pelo site, a fila é longa! E uma vez dentro da exposição mais filas: os selfies!

Mas ok! É Frida e muitas outras artistas incríveis que eu não conhecia.

A curadoria justifica assim a exposição:

“Cada uma das 15 criadoras representadas nesta mostra esteve vinculada ao surrealismo, uma das estéticas mais importantes do século XX. Algumas delas fizeram parte do movimento surrealista em Paris, por intermédio de seus companheiros; outras foram “descobertas” pelos surrealistas, e outras mais o descobriram na Exposição Internacional de Surrealismo apresentada na cidade do México em 1940. Embora o surrealismo tenha servido em muitos casos como influência e catalisador da liberdade criativa, as mulheres adotaram uma postura pessoal e com frequência utilizaram a sua obra como meio de exploração e catarse espiritual e psicológica. As artistas representadas aqui demonstram que as mulheres eram criadoras independentes e audazes tendo elaborado linguagens e discursos imaginativos e inovadores.”

Lindo né?

Já escrevi aqui no blog sobre a Maria Izquierdo. Hoje vou trazer uma artista espanhola, que viveu no México, que conheci na exposição e que chamou muito minha atenção: Remedios Varo.

Ao longo do mês vou falar das outras artistas que estão na exposição. Aliás já deixo a dica: o catálogo tá carinho (R$85,00), mas tá bem bonito!

A biografia que apresento abaixo foi retirada do catálogo da exposição.

REMEDIOS VARO

Remedios-Varo-Self-Photograph

Maria de los Remedios Alicia Rodrigo Varo y Uranga Anglés, Espanha 1908 – Cidade do México1963.

Remedios Varo foi uma das surrealistas de maior destaque internacional. Criou um conjunto de obras de confecção preciosa um universo no qual a artista expressa as suas próprias buscas, que incluem fontes tão diversas como a literatura gótica, a alquimia, a astrologia e as doutrinas da evolução da consciência dos místicos russos Gurdjieff e Ouspensky, entre outras. Varo se formou na Academia de San Fernando, em Madri, e pouco depois instalou-se em Barcelona. Ali aproximou-se do surrealismo, primeiro de mandeira indireta por meio de um grupo de jovens artistas que se autodenominavam logicofobistas, com os quais experimentou pela primeira vez técnicas e jogos surrealistas como o collage e os “cadavres exquis“. Em 1936 conheceu Benjamin Péret, poeta muito próximo a André Breton, que escolheu a Espanha para apoiar a causa republicana durante a Guerra Civil Espanhola e apaixonou-se por ela. Encontraram-se em Paris no ano seguinte, e Varo, que na ocasião vivia um período de experimentação, expôs as suas obras nas mostras surrealistas de Londres, Tóquio, Paris, Cidade do México e Nova York.

"Mulher saindo do psicanalista" - Remedios Varo

“Mulher saindo do psicanalista” – Remedios Varo

Quando estourou a guerra, em 1941, Varo e Péret emigraram para o México, onde reencontraram o grupo surrealista. Na década de 1940 Remedios Varo dedicou-se a diversos trabalhos que incluíram desde a restauração de figuras de Tlatilco até desenhos para propaganda da Casa Bayer, realizados  durante uma longa permanência na Venezuela, por volta de 1947. Ao voltar, encontrou-se com Walter Gruen, exilado austríaco e empresário com quem iniciou um relacionamento que durou até a sua morte. Com o apoio de Gruen, Varo dedicou-se exclusivamente à pintura, tendo desenvolvido o estilo que a tornou conhecida e que integra personagens fantásticos imersos em buscas espirituais, delineados com traços precisos sobre fundos realizados com técnicas surrealistas como a esfumação e a decalcomania. Um ano antes de sua morte realizou-se uma grande retrospectiva de sua obra no Museu do Palácio de Belas Artes, no México.

"Dolor Reumatico" - Remedios Varo

“Dolor Reumatico” – Remedios Varo

Espero que tenham gostado!

Até mais!

Priscilla Leal

_MG_0162Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua  relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o)  produtor(a) cultural, por isso trago no blog informações jurídicas, que estão  envolvidas na atividade artística, além de informações de produção e gestão cultural. Idealizei e  executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

Priscilla Leal
Priscilla Leal
Sou atriz, advogada e gestora cultural. Reuni as três atividades neste espaço virtual, para criar um lugar de divulgação e compartilhamento de trabalho das mulheres artistas. Acredito na importância deste espaço para destacar essas mulheres e sua relação com a arte. Também acredito na profissionalização da(o) artista e da(o) produtor(a) cultural, por isso convidei mulheres de diversas áreas para escreverem para nós. Idealizei e executei o seminário “Mulheres Artistas na Ditadura”, na Caixa Cultural São Paulo, em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *